Sobre várias matérias



Metabolismo Energético - Respiração celular

É a degradação do combustível com liberação de energia para o trabalho celular. Pode ser Anaeróbica ou Aeróbica.

Respiração anaeróbica

Não utiliza O2 e quebra apenas parcialmente a glicose, obtendo um baixo rendimento energético, cerca de 2 ATP. 

A fermentação é um tipo de respiração anaeróbica, a qual leveduras, bactérias ou células musculares de animais realizam. Nela a Glicose é quebrada liberando 4 ATPs, mas consumindo 2, além disso é liderado NADH2. São formados dois Ác. Pirúvicos que formam Álcool e CO2 no caso da fermentação alcoólica, ou Ác. Lático nos lactobacilos e nas células musculares. 

Respiração Aeróbica

Utiliza O2, quebra totalmente a Glicose, obtém alto rendimento, cerca de 38 ATP.

Ocorre em três fases:

1 - Glicólise

Assim como na fermentação a Glicose é quebrada, liberando 2 ATP e 2 NADH2, e formando 2 Ác. Pirúvico.

2 - Ciclo de Krebs 

Ocorre na matriz mitocondrial. Cada Ác. Pirúvico passa para a Matriz Mitocondrial liberando CO2 (descarboxilização) e se transformando em Ác. Acético. Esse perde H2 (oxidação), formando NADH2, e se transforma em Acetil. O acetil reage com Ác. Oxalacético e formando Ác Cítrico. O Ác. Cítrico se transforma em Ác. Oxalecético, e nesse ciclo são liberados CO2, ATP, 3NADH2 e FADH2

3 - Fosforilação oxidativa

Nas cristas mitocondriais os NADH2 e FADH2 liberam seus H2. O H2 perde elétrons para os citocromos, os elétrons são passados entre os citocromos e liberam energia  usada para converter ADP em AT, essa é a fosforilação oxidativa.

No fim do processo os e- são recebidos por O, que combinados com o H+ do início do processo formam água.

Cada NADH2 forma em média 3 ATP e cada FADH2, 2 ATP. 

No final da respiração 

São liberados 2 ATPS na glicólise e 2 no ciclo de Krebs. São obtidos 6 ATP via NADH2 na glicólise e 24 no ciclo de Krebs. E são obtidos quatro ATP via FADH2 no ciclo de Krebs. Obtém se assim 38 ATP na respiração



Notes
  1. meusresuminhos posted this